[OpenBSD]

4.0 - Guia de Instalação


4.1 - Rápida Introdução nos Procedimentos de Instalação do OpenBSD

O OpenBSD oferece diversas maneiras para instalar uma versão recente em múltiplas arquiteturas. Isso dará a todo mundo, na maioria da situações, a chance de instalar o OpenBSD. As diversas maneiras de como instalar um sistema OpenBSD são as seguintes:

Todos estes métodos de instalação estão disponíveis em UM disquete. Estes discos podem ser carregados diretamente de qualquer um dos espelhos de ftp. ( Você pode pegar uma lista dos espelhos em http://www.openbsd.org/ftp.html. ) Cada arquitetura tem seu próprio disco, assim tenha certeza que você adquiriu o disco correto para sua arquitetura. Uma lista de arquiteturas suportadas pode ser encontrada em FAQ 1.

Aqui está, o guia detalhado de passos do processo de instalação para arquiteturas i386 e sparc. Não esqueça de olhar em INSTALL.i386 e INSTALL.sparc também documentados.

Para pessoas que usam outras arquiteturas é desejável que olhem em INSTALL.arch, documento que vem na distribuição do OpenBSD para sua arquitetura, como também os passos de instalação genérica.

Notas para arquitetura Alpha

Sua alpha tem que usar SRM firmware, ao invés de ARC. Na arquitetura alpha você pode instalar pelo boot do segundo CD. Você pode fazer isso usando o comando

Use show device para encontrar o identificador do seu dispositivo de CDROM. Se você está impossibilitado de dar boot pelo CD, você ainda pode usar o disquete de boot CD2:2.6/alpha/floppy26.fs, e grave usando os modos detalhados acima para a arquitetura i386. E novamente siga o guia de instalação.

4.2 - Quais arquivos são necessários para a Instalação?

Há muitos pacotes que contêm os binários do OpenBSD, mas qual deles você precisa para ter seu sistema funcionando? Aqui está uma rápida avaliação de cada pacote.

4.3 - Quanto espaço eu preciso para uma Instalação do OpenBSD?

Sugerimos usar os seguintes tamanhos, do sub diretório, para uma instalação completa. Os números incluem bastante espaço extra para lhe permitir rodar um sistema simples em casa que é conectado a internet.

Tenha em mente que /usr e /usr/X11R6 são normalmente ambas partes do mesmo filesystem, isto é, /usr, e não é uma grande vantagem os fazer em filesystems separados.

Quando você estiver no editor disklabel, você pode escolher fazer seu sistema inteiro tendo somente 'a' um (filesystem principal) e 'b' (swap) . O filesystem 'a' o qual você montou no disklabel se tornará sua partição raiz, que poderia ser a soma de todos os 3 valores principais acima (/, /usr, e /var) mais algum espaço para /tmp. A partição 'b' será automaticamente configurada como sua partição swap -- nós recomendamos um mínimo de 32MB mas se você tem espaço no disco sobrando faça isso com pelo menos 64MB. Se você tem muito espaço no disco sobrando, faça isso com 256MB, ou até mesmo com 512MB.

Existem quatro razões principais para usar filesystems separados, em vez de amontoar tudo em um ou dois filesystems:

4.4 - Boot Múltiplo (i386, alpha)

OpenBSD & NT

Para boot múltiplo com OpenBSD e NT, você pode usar NTloader, o carregador de boot que o NT usa. Para boot múltiplo com NT, você precisa de uma cópia de seu OpenBSD pbr. Depois de rodar installboot, você pode copiar assim:

Agora de boot no NT e coloque o openbsd.pbr em c:. Adicione uma linha assim no final do c:\boot.ini:

Quando der reboot, você poderá selecionar o OpenBSD no menu carregador do NT. Há muito mais informação disponível sobre o NTloader no NTLDR Hacking Guide.

OpenBSD & Windows ou DOS (i386)

Para dar boot no OpenBSD junto com Windows 3.1, Windows95, ou DOS você tem que usar um carregador de boot no sistema que pode manipular OpenBSD, Windows, e DOS! Alguns carregadores de boot a escolha são osbs20b8.zip ou O Administrador de Partição Ranish. Ambos podem dar boot em partições do OpenBSD.

OpenBSD & Linux (i386)

Pôr favor refira-se a INSTALL.linux, que dará instruções de como fazer o OpenBSD trabalhar junto com o Linux.

4.5 - Enviando seu dmesg para dmesg@openbsd.org após a instalação

Apenas recordando, isso é importante para os desenvolvedores do OpenBSD para rastear qual o hardware que funciona, e qual o hardware que não funciona muito bem..

Uma citação de /usr/src/etc/root/root.mail

Se vocês desejam assegurar que o OpenBSD rode melhor em suas
máquinas, pôr favor nos faça um favor (depois de
ter configurado seu sistema de email!) digite
        dmesg | mail dmesg@openbsd.org
é dessa forma que nós poderemos ver que tipo de
configurações as pessoas estão usando. Nós vamos
usar essas informações para melhorar o suporte dos
dispositivos em futuros lançamentos.  (Nós
estaríamos muito mais contentes se esta informação
foi provida do kernel GENÉRICO; e não de um kernel
personalizado).  As informações dos dispositivos que
nós obtermos nos ajudará a corrigir os dispositivos
já existentes.
Também confira na seção 14.7

Tenha certeza que você enviou um email de uma conta que também pode receber email, assim os desenvolvedores podem contatar você, se eles tiverem algo que querem que você teste ou mude para ter sua configuraçâo funcionando. Não é necessário enviar o email da mesma máquina que está rodando o OpenBSD, assim se aquela máquina está impossibilitada de receber email, somente faça

 dmesg | mail sua-conta@seucorreio.dom
e então mande aquela mensagem para
 dmesg@openbsd.org
onde sua-conta@seucorreio.dom é sua conta de email normal. (ou transfira a saída do dmesg usando ftp/scp/disquete/caixa-postal/...)

NOTA - Pôr favor só envie dmesg do kernel GENÉRICO. Kernels personalizados que tem os dispositivos removidos não serão úteis.

[Página Principal] [Para Seção 3.0 - Obtendo o OpenBSD] [Para Seção 5.0 - Configuração do Kernel e do Disco]


[back] www@openbsd.org
Originally [OpenBSD: faq4.html,v 1.73 2000/09/14 19:19:24 ericj Exp ]
$Translation: faq4.html,v 1.4 2000/11/10 14:22:30 horacio Exp $
$OpenBSD: faq4.html,v 1.3 2000/11/10 18:13:21 jufi Exp $